Archive for the Uncategorized Category

EDO – Japanese Food

Posted in Uncategorized with tags on 25 de abril de 2011 by MarceloWeiss

Não é todo mundo que lembra (ou sabe), mas eu comecei na propaganda como fotógrafo. Tinha um estúdio bem bacana e alguns grandes clientes. Quando virei publicitário e abri a Vector, acabei não conseguindo conciliar as duas atividades e a fotografia tornou-se hobby. Nos últimos anos, com o progresso da fotografia digital, a atividade fotográfica ficou mais agradável, pois agora temos o resultado para ser avaliado instantaneamente (antes levava uns 3 dias) e com isso fiquei tentado a voltar a fotografar profissionalmente, principalmente Still, que sempre gostei muito. Primeiro, fiz umas fotos para alguns clientes da Tupy e depois para alguns clientes de agências de amigos e fiquei muito contente com o resultado. Estas fotos são uma seleção que fiz do meu ultimo trabalho: são imagens gourmets que gostei muito de fazer. Reduzi a qualidade, para não ficar pesado para que os amigos possam ver. Espero que gostem.

Exemplos de vida

Posted in Uncategorized with tags on 3 de abril de 2011 by MarceloWeiss

Com extrema sensibilidade, uma produção perfeita e uma interpretação primorosa (tanto dos adultos, como das crianças), este filme é uma obra de arte na capacidade de transmitir uma idéia de forma intensa e efetiva. Quem tem filhos vai se identificar imediatamente com situações (nem sempre tão drásticas) em que nos pegamos dando mau exemplo.

Com 5 filhos, sei que se hoje posso me considerar uma pessoa melhor, graças ao olhar critico deles. Crítico no sentido de que pude perceber a cada mau exemplo meu, a influência negativa que eu daria a eles. E assim, fui me vigiando e melhorando.

Um bom amigo, no dia do nascimento do meu primeiro filho, me disse a seguinte frase: “Agora você vai ter a grande chance de se reeditar.”

Sábias palavras. Hoje tenho a certeza de que aprendo bem mais com eles do que eles comigo.

O consumidor-cidadão 2

Posted in Uncategorized with tags on 29 de março de 2011 by MarceloWeiss

Normalmente gosto de ficar no Ibis da Paulista quado vou a SP por alguns dias, mas na semana passada, como eles não tinham vagas comecei a procurar outras possibilidades. Como ia passar 3 dias, queria achar um hotel com um bom custo benefício aliado a uma boa localização. Fui direto no que fui induzido pela propaganda a acreditar ser “um padrão garantido” com um “bom custo benefício”. Procurei o Formule 1 pelo Google Maps e achei. Só que achei mais do que procurava. No Google Maps eu fui dar uma olhada nos comentários sobre o Formule 1 e vi colocações como:

Não gostei…O hotel cheira mofo, o tapete do quarto estava úmido, o ralo do banheiro entupido…o colchão parecia ter 100 anos de uso e o edredon não via àgua e sabão há meses.”

Péssimo atendimentoO atendimento deste hotel é deplorável. Os atendentes da recepção são mal preparados.”

“Detestei…não têm telefone, a intenet cara pra kray só funciona a contento do capeta e tem barata”

Mas como se não bastassem essas criticas, um dos ex-hospedes se deu ao trabalho de dar uma série de dicas sobre concorrentes extremamente próximos. Vejam só:

“Muito perto do Formule 1, tem o Hotel Estação Paraíso, o Hotel Estela e a Pousada Valparaíso que cobram mais barato que o Formule 1, com café e internet no quarto incluídos. Além disso o atendimento é de primeira e os quartos bem maiores que no Formule 1, com cama boa, TV, ar e frigobar. E quem viaja a trabalho, esses 3 hotéis faturam para empresas, ao contrário do Formule 1 que exige pagamento antecipado. Não dá pra ficar em hotel que não tem o mínimo respeito pelo hóspede. Formule 1 nunca mais.

Resultado, acabei ficando no Estação Paraíso e adorei. Realmente o atendimento é de primeira, o hotel é ótimo e conchegante, com uma localizaçãoperfeita.

O fato é que hoje ha uma inversão no vetor de marketing. A comunicação agora é uma via de mão dupla. Não aceitamos mais simplesmente a propaganda como uma verdade. Queremos saber o que outros, iguais a nós, acharam do produto e do serviço. E logicamente acreditamos muito mais nos nossos pares do que na propaganda.

Ou seja, o Formule 1 investiu bastante dinheiro em propaganda convencional para criar um conceito de “padrão e qualidade” sem se dedicar a entregar um serviço dentro da expectativa criada. Acabou por obter o resultado oposto. O hospede insatisfeito transferiu para os concorrentes alguém que procurou diretamente pela marca que confiava. E o que é pior: pelo que parece, o Formule 1 ignora o cliente tanto dentro do hotel como fora dele, simplesmente não monitorando sua reputação digital, não reagindo pragmaticamente às criticas para melhorar o atendimento ao seu cliente.

O que acontece ao Formule 1 é algo muito comum a muitas empresas hoje em dia. Não perceberam que a comunicação não é mais uma via de mão única. O consumidor hoje quer e pode dar sua opinião. E quer saber qual a opinião das outras pessoas.

Subestima-lo pode ser fatal.


O consumidor cidadão

Posted in Uncategorized on 8 de fevereiro de 2011 by MarceloWeiss

A cada dia que passa, fica mais difícil separar o consumidor, com seus anseios e necessidades, do cidadão, com seus direitos, deveres e conquistas. Na sociedade atual, ora somos consumidores de produtos e serviços produzidos pelas empresas, ora somos consumidores de produtos e serviços fornecidos pelo Estado. O cidadão aprende a exigir seus direitos junto às grandes corporações e passa a exigir do Estado a mesma atenção e dedicação. E vice-versa.

No Marketing Político esta lição já foi aprendida e, cada vez mais, os políticos prestam atenção aos anseios da população, com base em pesquisas quantitativas e qualitativas, procurando atender estes anseios em troca de votos.

O que é, no final das contas, exatamente o que nós cidadãos queremos.

No marketing de produtos, grandes empresas também começam a perceber que o público não é mais mero consumidor e que exige postura e conteúdo daquilo que consome.

Nasce assim o Consumidor-Cidadão. O filme abaixo, da Coca-Cola para a América Latina, é um exemplo espetacular disso. Poderia ser uma propaganda de uma ONG, mas vincula o produto à um ideal maior de felicidade e esperança.

No sábado passado tive mais uma vez a oportunidade de assistir a uma palestra da Gil Castillo no Digitalks SJC que apresentou este filme (criado pela agencia Santo, de Buenos Aires) e este conceito inovador que aproveito este espaço para multiplicar.

Estranhos

Posted in Uncategorized with tags on 31 de janeiro de 2011 by MarceloWeiss

Este vídeo, concebido e editado com grande talento e
habilidade, mostra inicialmente um pequeno conflito que rápidamente
desaparece quando o real problema surge. Sem que nenhuma palavra
seja dita, a mensagem é passada com tensão e emoção. Eu, que tenho
esta estranha descendência de Judeus Austríacos, Alemães não
Judeus, Italianos e Portugueses Católicos, sempre prestei muita
atenção à intolerancia e a discriminação. Acho que este é um ótimo
material para pensarmos e aprendermos.
Para assistir
em tela cheia, clique Aqui

A precisão humana

Posted in Uncategorized with tags on 14 de janeiro de 2011 by MarceloWeiss

Sempre me admirou a precisão humana em habilidades
específicas de coordenação motora. Apesar de sermos bem menos
hábeis que os outros animais, nossa capacidade de aprendizado e
treino nos possibilita feitos impossíveis para todos os outros (e
para a maioria de nós também). Para entender o que eu quero dizer,
assista o vídeo abaixo e veja que nós humanos, muitas vezes fazemos
o impossível.

Para entender os jovens

Posted in Uncategorized on 4 de janeiro de 2011 by MarceloWeiss

Para entender os jovens de hoje, precisamos entender os jovens que fomos e os jovens que foram nossos pais. O vídeo abaixo é o resultado de um fantástico trabalho, realizado pela Box 1824, no estudo do comportamento dos jovens, desde os Baby Boomers de Woodstock, até os Millennials com seus Gadgets conectados o tempo todo com o mundo.

Além de nos dar uma visão clara da influência dos jovens no mundo, podemos entender o papel da nossa própria juventude nas transformações até hoje.

Achei que ficou faltando apenas a geração dos meus avós, que começaram tudo isso no início do século XX, com as mulheres dançando Charleston, com seus cortes de cabelo Channel. Lembro  da minha avó Sérgia, contando que começou a dirigir com apenas 15 anos. Ela sempre foi moderninha.

Feliz Natal !!!

Posted in Uncategorized on 20 de dezembro de 2010 by MarceloWeiss
Todo ano eu procuro algo que represente o sentimento de Natal e seja ao mesmo tempo algo criativo que transmita esse sentimento maravilhoso que toma conta das pessoas nesta época do ano.
Este ano achei um filminho feito por uma agência Portuguesa que brinca com esta nova forma de nos socializarmos em uma época de redes sociais digitais.
O filme é curtinho, muito legal e não esquece do principal: lembrar o aniversariante e o sentimento de fraternidade que ele simboliza.
Ou clique aqui
Um abraço à todos e um Feliz Natal!!!

O último gol de Pelé

Posted in Uncategorized with tags on 20 de outubro de 2010 by MarceloWeiss

Acho que pouca gente viu esta campanha da Vivo com o Pelé, pelo menos o vídeo completo que tem 5 minutos e vale a pena cada minuto. A idéia é que Pelé, aos 70 anos, fizesse seu último gol na seleção Brasileira em um jogo contra a Argentina. O filme, de muito bom gosto, tem a direção de Fernando Meireles. Ficou emocional sem ser piegas. As interpretações estão ótimas e dezenas de comentaristas famosos aparecem no filme, criando uma aura de veracidade para a idéia.

Serra Comedor (texto do BlueBus)

Posted in Uncategorized with tags on 18 de agosto de 2010 by MarceloWeiss

Ah, os marqueteiros criaram viral, o Serra comedor foi para os trending topics. No Toda Midia – A propaganda tucana já rendeu um viral, que chegou ao topo dos ‘trending topics’ na madrugada e levou Marcelo Tas a tuitar que “marqueteiros ganham fortunas e nao sao capazes de reconhecer um cacófato”. Daí o resultado – “Serra comedor!” (saiu no Nao Salvo)

.